Início
Presidente cristão pode fazer a diferença? PDF Imprimir E-mail
Líbano - Recentemente, Michel Aoun, maior líder político cristão do Oriente Médio, foi eleito presidente do Líbano. Um presidente cristão faria a diferença no país? “Tradicionalmente, o presidente do Líbano é um cristão, o primeiro-ministro um muçulmano sunita, e o presidente do parlamento, um muçulmano xiita”, explica um dos colaboradores da Portas Abertas. Segundo ele, são raros os políticos no 
mundo que esperaram tanto tempo para ser presidente. “No caso de Aoun, foram mais de 30 anos”, disse. A comunidade cristã espera por mudanças, mas ainda não se sabe até onde a política poderá favorecer a igreja no país, mesmo tendo um cristão no poder. O país está lutando para lidar com as consequências da guerra civil de muitos anos, principalmente depois da chegada de 1 milhão de refugiados, entre eles muitos sírios e também um grande número que professa a fé cristã. Pesquisas recentes revelaram que o número de jovens cristãos libaneses diminuiu drasticamente. O motivo pode estar num acordo que o governo fez com os cristãos de algumas regiões e que foi quebrado. Nesse acordo, havia a garantia da venda exclusiva de terras para cristãos, de forma que eles podiam se refugiar em áreas rurais e regiões costeiras. Agora as terras são vendidas também aos muçulmanos, isso quer dizer que não existem mais regiões predominantemente cristãs. A igreja libanesa pede a Deus para que seu novo presidente tome decisões sábias e estratégicas. Interceda por eles. Fonte: Portas abertas
 
< Anterior   Próximo >

 

Receba Novidades






Login






Esqueceu sua senha?
Sem conta? Criar Conta!