Início
Cristãos mexicanos enfrentam crise humanitária PDF Imprimir E-mail
México - De acordo com um relatório emitido no mês de julho, pelo ICG (Grupo de Crise Internacional), deportações maciças de migrantes da América Central para o México e Estados Unidos, levaram os mexicanos à uma crise humanitária de grandes proporções. O controle de segurança que há nas fronteiras força os estrangeiros a caírem nas mãos dos traficantes de seres humanos e outros grupos 
criminosos. A mesma situação se espalha também para El Salvador, Guatemala e Honduras. Até agora, sabe-se que os governos estão ignorando a dimensão do problema e, de acordo com o relatório do ICG, somente o México e Estados Unidos implementaram uma política de migração em combinação com programas para combater a pobreza e a falta de segurança pública. Para os cristãos mexicanos, essa situação também é um grande desafio. Normalmente, as igrejas são as primeiras a abrir suas portas para as pessoas desesperadas. Mas o cristianismo no México não é livre para atuar em favor dos cidadãos, já que o país ocupa o 40º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa 2016. Há muitas famílias cristãs que vivem deslocadas e que tiveram que deixar suas vilas por conta da fé. O narcotráfico no país tem afetado a igreja de forma considerável. A crise humanitária é mais um desafio que os fieis terão de enfrentar. Ore por essa nação. Fonte: Portas abertas
 
< Anterior   Próximo >

 

Receba Novidades






Login






Esqueceu sua senha?
Sem conta? Criar Conta!