Início
Cartas Cristas Encorajam Viúvas da Cidade de Jos PDF Imprimir E-mail
NIGÉRIA - Temos publicado diversas notícias sobre a violência anticristã crescente na Nigéria. Depois que ler esses testemunhos, conheça a importância da unidade do Corpo de Cristo, e separe um tempo em oração por esses irmãos e irmãs.Quase um ano após a cidade de Jos ser afundada em uma crise religiosa, a Portas Abertas reflete seus esforços de  encorajar as cristãs que perderam seus maridos em novembro do ano passado.

Logo após a crise, a Portas Abertas entregou alimentos e roupas para as viúvas. Depois disso, foram distribuídas cartas de encorajamento de pessoas preocupadas em todo o mundo. O lindo trabalho de arte, as palavras de conforto citadas dos Salmos e de outros livros da Bíblia e as promessas de oração que vieram junto com as cartas causaram um enorme impacto nas vidas aflitas das viúvas.  Muitas viúvas estão convencidas de que não estão sozinhas na batalha, porque pessoas ao redor do mundo estão de joelhos, orando por elas.

Outra descoberta sobre o resultado que tivemos é que essas cartas encorajaram muitas viúvas a trabalharem o perdão dos assassinos de seus maridos. Muitas das viúvas disseram que, quando leram o que estava escrito nas cartas, se sentiram confortadas.

Aqui estão mais alguns testemunhos das viúvas que compartilharam o que aconteceu com elas desde que a Portas Abertas iniciou essa campanha de cartas (leia os outros testemunhos).

Grace Yusuf

Grace testemunhou o assassinato brutal de seu marido e desde sua perda a vida tem colocado mais alguns desafios para ela. Hannatu esperava que seu filho mais velho, que tem 38 anos, cuidasse dela. Infelizmente ele se envolveu em um acidente de trânsito que o levou a amputação da mão direita. Ele ainda está se recuperando e desde então não pode trabalhar.

Como seu filho mais velho não pode tomar as responsabilidades por Grace, ela se mudou com uma de suas filhas para enfrentar outro desafio. O genro de Grace também se envolveu em um acidente e está se recuperando.

Quando a Portas Abertas visitou Grace, ela parecia muito triste. Mas quando os cinco quilos de cartas de cristãos preocupados foram entregues, ela ficou muito feliz.

“Eu não acredito que estas cartas vieram do mundo inteiro” ela disse. “Quem sou eu para que as pessoas orem por mim e me enviem cartas de encorajamento? Eu admiro muito o amor de Deus. É maravilhoso estar no meio do povo de Deus; com esta força, eu vou sair vitoriosa dessa prova. Que todos os que escreveram para me encorajar sejam abençoados grandemente”.

Isaac disse que Grace parecia saudável e feliz após a sua visita, mas ela ainda precisa de oração. Ore para que Deus abençoe Grace e lhe dê força e paciência. Ore também para que ela aprenda a confiar em Deus nas provas e tribulações.

Rifkatu Ephraim Masok

“Estas cartas são muito encorajadoras. Isso me mantém ocupada quando estou em casa. Eu leio, leio e leio. Eu não me canso de fazer isso. É a minha melhor companhia. Elas me encorajaram muito. Estou alegre”, disse Rifkatu Ephrain Masok, que parecia estar forte e cheia de vida.

Em 27 de maio, sete meses após a morte do Rev. Ephraim Masok, sua viúva, Rifkatu deu a luz a um menino. No momento, Rifkatu trabalha como faxineira no prédio do Conselho da Igreja do Distrito. Seus patrões alugaram uma casa para ela e pagaram um ano de aluguel.

Ela continua planejando construir uma casa no terreno que ela e seu falecido marido haviam comprado antes de sua morte. Agradeça a Deus pela sua graça na vida de Rifkatu e seu filho. Agradeça a Ele conosco pelo conforto, consolação e pela mudança que Ele trouxe para a vida de Rifkatu. Louve a Deus pela provisão na vida dela e de seu filho de várias formas. Louve a Deus pelo crescimento de Rifkatu, independência e responsabilidade.

Jemima Bulus Setu

Em novembro do ano passado, Jemima Bulus Setu perdeu seu segundo marido, Rev. Bulus Setu da igreja Assembleia de Deus, e ela continua de luto por ele. Jemima ainda não se adaptou a esta situação.

“Todas as vezes que entro em minha sala, choro incontrolavelmente. A lembrança do meu falecido marido sempre vem a minha mente. Eu realmente não sei como superar isso”, disse Jemima.

Dois de seus filhos estão sofrendo de anemia e isso acrescenta uma grande carga a ela como mãe solteira. Ela é dona de uma pequena loja que vende utensílios domésticos em geral. O lucro que ela tem com esta loja é usado para pagar a escola dos filhos.

Jemima é uma das poucas viúvas que vive em sua própria casa, construída por seu falecido marido. Ela também participa do ministério de mulheres da igreja do seu falecido marido.

Quando a Portas Abertas entregou vinte quilos de cartas para Jemima ela testemunhou que as cartas estão fazendo uma enorme diferença em sua vida: “Elas são minha companhia todo o tempo em que estou em minha sala. As palavras destas cartas estão cheias de bênção. As cartas se tornaram como uma pílula que me ajudam a dormir a noite. A importância dessas cartas nunca será exagerada. Quando ninguém nos pergunta como estamos, as cartas existem para servir como um amigo íntimo que cuida de nós”.

Jemima conclui com um pedido para que continuem orando para que ela tenha força para colocar o passado para trás. Ore para que ela dependa de Deus e tenha força e paciência. Ore também para que Jemima esteja sensível à cura do Espírito Santo na vida dela.

Louve a Deus pela provisão na vida de Jemima e de todos os seus filhos.

Tradução: Eliane Gomes dos Santos


Fonte: Portas Abertas
          
 
< Anterior   Próximo >

 

Receba Novidades






Login






Esqueceu sua senha?
Sem conta? Criar Conta!